sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Braille Virtual


Recebi de André Baldo, vale a pena baixar, instalar e aprender a leitura!

Braille Virtual Braille virtual é um software específico para ensinar a leitura braile para pessoas que enxergam. O programa apresenta

* A história de Louis Braille, criador desse Sistema;

* A composição do alfabeto em braile;

* A célula braile, as combinações dos 6 pontos que resultam em 63 (combinações) e representam as letras do alfabeto, os sinais de pontuação, os números, a notação musical e científica;

* De maneira interativa, lúdica utiliza das cores, números e movimentos para ilustrar e facilitar a memorização das combinações dos pontos que formam o alfabeto, os sinais de pontuação e os números;

* Exercícios de correspondência, transcrição do sistema braile e outros

* Jogos como o da forca. Com a aprendizagem das letras em braile o aprendiz poderá facilmente transferi-la para a escrita. É um produto inovador que proporciona a aprendizagem da leitura pelo sistema braile por pessoas que enxergam, de maneira simples e rápida, como um dos facilitadores da inclusão social das pessoas com cegueira que utilizam tal sistema. Além disso, este programa contribui para a divulgação, conhecimento e reconhecimentodo sistema braile como sistema de leitura e escrita. Com a aprendizagemdeste sistema por parte dos familiares, colegas e professores da classe regular, serão minimizadas as dificuldades que os alunos cegos encontram em sua trajetória escolar. Esse programa é fruto de pesquisas desenvolvidas por educadores que atuam na área da deficiência visual e preocupados com a educação inclusiva. Objetivos

* Ensinar a leitura do sistema braile a pessoas que enxergam através do programa braillevirtual

* Tornar o sistema braile acessível ao maior número de pessoas; * Permitir que pais de crianças cegas conheçam e dominem osistema braile, ajudando e acompanhando seus filhos em tarefas escolares o que irá elevar a sua auto estima. * Proporcionar ao professor da classe regular o domínio do sistema braile e o reconheça como sistema de leitura e escrita;

* Favorecer o conhecimento do braile pelos colegas de classe do aluno com cegueira, dos familiares e da comunidade;
* Facilitar a interação entre o professor da sala comum e o aluno com cegueira * Universalizar o braile;

* Desmistificar o braile; Público alvoPessoas que convivem com deficientes visuais e todas aquelas que queiram aprender a leitura do sistema braile. Abrangência Disponibilizando no site haverá possibilidade de atingir pessoas de todo o mundo e principalmente o Brasil. Através do Site os visitantes poderão fazer o download. Através deste site poderá ser atingida todas as escolas onde haja laboratório de informática e disponibilidade para a internet. É incalculável o número de pessoas que se beneficiarão com o referido programa. Resumo histórico Enquanto pesquisadores, pudemos observar que os professores e pais de alunos com cegueira apresentavam uma rejeição quanto ao sistema braile, não reconhecendo-ocomo um sistema de leitura e escrita (pesquisa realizada em 2002). Este fato dificultava os alunos que dependiam desse sistema durante seu processo de aprendizagem, sentiam-se desestimulados e muitas vezes envergonhados por escreverem de forma diferente. O braille, com essa pesquisa, mais uma vez mostrou-se sendo um conhecimento de um grupo restrito. Preocupados com a inclusão dessas crianças, que freqüentam a escola comum, procuramos criar uma ferramenta de fácil acesso para que os colegas, os pais e professores, dominassem o sistema braile. Assim criamos o Braillevirtual, programa interativo, lúdico e de fácil compreensão. Logo após a criação, desenvolvemospesquisa com intuito de validar tal ferramenta com um grupo de 20 pais, 20 professores e 30 crianças que estudavam na classe com crianças cegas integradas. Tal pesquisa demonstrou que todos os envolvidos conseguiram aprender a ler o braile em poucas horas de uso, numa variação de 2 a 6 horas. Justificativa A motivação para a leitura tem um papel fundamental. Geralmente ascrianças que enxergam têm grande interesse em aprender a ler, o que está ligado ao seu acesso ao mundo letrado, desde muito cedo. Já nos primeiros anos de vida a criança vê ao seu redor muitos cartazes estimulantes onde lêem palavras ou descobrem o significado (Coca-Cola); em sua casa está rodeada de livros de literatura infantil ilustrados, a TV onde aparecem e desaparecem legendas constantemente. Assim, as crianças videntes vão tomando consciência do propósito da leitura, despertando nelas uma motivação clara para aprender a ler. Esse processo natural nas crianças videntes não acontece comas crianças cegas que entram em contato com o mundo letrado na época em que ingressam na escola, quando conhecem o braile e, através desse, a leitura tátil. A demora da criança cega em conhecer o mundo letrado se deve ao fato do sistema braile diferir inteiramente da escrita comum, enquanto código e quanto à sua apresentação, sendo dominado por um grupo muito restrito, levando pais, professores, assim como a comunidade infantil da criança não apenas a uma desvalorização, como também a um não reconhecimento como sistema de leitura escrita, ignorando, muitas vezes, a própria aprendizagem da criança. Os pais, professores, colegas de classe e o próprio estudante devem ser levados a perceber e reconhecer que, embora o sistema braile seja totalmente diferente da escrita comum, quanto ao código e à apresentação, ele substitui satisfatoriamente a leitura escrita em negro. Além disso, os pais, conhecendo o sistema braile, poderão acompanhar a escolaridade de seus filhos com cegueira, da mesma forma que fazem com os demais que não apresentam a deficiência. O Programa pode ser obtido fazendo o download pela internet.


Caso seja do seu interesse, acesse o link: http://www.braillevirtual.fe.usp.br/

Nenhum comentário: