sexta-feira, 31 de julho de 2009

Dia da família


Acredito que a diversão seja um dos elementos mais importantes para a criação de uma criança emocionalmente saudável, pois é coerente com a natureza do cérebro em constante busca de estímulos”.

Paul Holinger, no livro O que os bebês dizem antes de começar a falar

Brincar...

A palavra brincar faz lembrar imagens de diversão, gargalhadas e partilha.
Por muitos anos acreditou-se que brincar era um passatempo sem nenhum objetivo. Hoje se sabe que através das brincadeiras a criança passa por uma experiência fictícia e reproduz situações reais, ampliando sua capacidade de imaginar, pensar, falar e agir.
Todas as crianças brincam. Brincar é a “arte de fazer sonhar”, tornando-se num meio privilegiado para a criança se desenvolver totalmente, abrangendo os seus vários domínios de desenvolvimento (afetivo cognitivo e emocional).
As crianças desde o momento em que nascem, precisam da atenção dos mais velhos (pais, irmãos, avós, amigos, educadores) para poderem viver bem e se desenvolver. Os bebês que recebem atenção de que necessitam, geralmente são alegres e ativos, o que aumenta suas chances de conquistar o mundo em que crescem.
Há alguns anos o grupo de trabalho da Creche Jardim Santa Cruz, vem transformando sucata em brinquedos e realizando muitas brincadeiras com os bebês.
Com sucata é possível montar novos e criativos jogos e brinquedos, que se transformam em atrativos recursos pedagógicos e podem ser aplicados nas diferentes áreas de ensino-aprendizagem da criança.
É possível reaproveitar o que se joga fora e ajudar a preservar o meio ambiente, há um mês atrás enviamos um bilhete sobre a importância de brinquedos e brincadeiras e pedimos aos pais que utilizavam: retalhos de pano, lata de leite, lata de molho de tomate, bandeja de frios de isopor, copinho de iogurte, caixinha de sabonete, caixinha de creme dental, caixa de gelatina, caixas de ovos, caixas de sapato, caixa de fósforos, restos de lã, rolo de papel laminado ou filme plástico, tampas de garrafa PT, garrafa de água mineral ou refrigerante de 500 ml, que após o término não jogassem no lixo, que separassem e enviassem para Creche.
Recebemos várias contribuições, confeccionamos brinquedos e as crianças adoraram.
Com a comemoração do Dia da Família na Creche, pretende-se mostrar imagens dos momentos em que as crianças brincavam com brinquedos confeccionados pela educadora e a partir dele, criar um espaço de encontro entre pais ou membros da família (avós, irmãos mais velhos, entre outros) e bebês com idades compreendidas entre 4 e 30 meses de vida onde se promova a interação entre ambos através da confecção de brinquedos de sucata e o desenvolvimento de brincadeiras específicas para esta faixa etária. Os pais podem ainda explorar os brinquedos diversos presentes no espaço Creche e aprender as brincadeiras realizadas pelas Professoras Auxiliares de Educação Infantil que contribuem para o despertar sensorial do bebê.

Que aspectos serão partilhados?
Definição de brincar;
Características das brincadeiras;
A importância do brincar no desenvolvimento dos bebês;
O papel dos pais ou membros da família nas atividades lúdicas;
Confecção de brinquedos com sucatas;
Brincadeiras e brinquedos específicos para cada faixa etária.
Sensibilização: relembrando a infância;
Lanche oferecido também irá remeter a infância; pipoca, refrigerante e chororós.

Certamente após o Dia da Família na Creche, todos os participantes poderão fazer as brincadeiras com as crianças, além de poder inventar outras semelhantes.
Nossa intenção com a realização do projeto é mostrar como são importantes os pais brincarem com os filhos e como brincadeiras simples contribui para o desenvolvimento do pequeno. Queremos conscientizar também que mesmo o tempo sendo curto e o pouco dinheiro, não são obstáculos que impeçam estar com a criança, rir com ela, conversar com ela, que brincar e confeccionar brinquedos juntos são gostoso e faz bem para as crianças e igualmente para os pais.
Esperamos assim, além dos muros da instituição contribuir para o enriquecimento das relações entre adultos e bebês, capaz de criar o vínculo de afetividade, segurança tão necessário ao desenvolvimento das pessoas.
Grupo: B 1

Professoras: Elis Regina
Sandra Regina
Duração: 30 minutos

Conteúdo:
Confecção de móbiles, usando os moldes das mãos e pés dos bebês.

Objetivos:
Valorizar os vínculos afetivos entre pais (ou outro membro da família) com os filhos.
Desenvolver a percepção visual do bebê;
Exercitar os olhos e atenção da criança;


Metodologia:
Serão usadas garrafas pet cortadas em espiral. Em seguida tirar os moldes das mãos e pés dos bebês em EVA coloridos, que deverão ser colados no espiral.

Materiais utilizados:
Garrafa pet;
EVA colorido;
Cola quente;
Grupo: B 2

Professoras: Bernadete
Sandra Rozana
Duração: 30 minutos

Conteúdo:
Confecção de massa de modelar caseira.

Objetivos:
Experimentar as transformações dos materiais quando misturados, observar a cor e a textura;
Promover a interação entre pais e filhos;


Metodologia:
Preparação da massa será realizada sob orientação das professoras, a mistura dos ingredientes com a participação dos pais e ajuda da criança para misturar os ingredientes, na escolha da cor da massa, dar formas e uso da criatividade.

Materiais utilizados:
Farinha de trigo;
Óleo;
Anilina;
Sal;
Pote de plástico (sucata) para guardar a massa;
EVA colorido;
Cola quente;

Grupo: M 1

Professoras: Cecília
Renata


Duração: 30 minutos

Conteúdo:
Confecção de vai e vem de garrafa Pet.

Objetivos:
Interação entre pais, professores e crianças;
Estimular a criatividade dos pais;
Favorecer os vínculos afetivos;
Socialização da Comunidade Escolar;
Conscientizar os pais sobre a necessidade de dispor de um tempo para brincar com o filho;
Oferecer a criança uma atividade prazerosa com o pai, a união e diversão;

Metodologia:
O brinquedo será confeccionado pelos pais sob orientação das professoras. Serão usadas duas garrafas pet recortando a parte superior de cada uma. Juntaremos as partes onde estarão enfiando os pedaços de barbante onde as crianças vão segurar. Faremos argolas com jornal para acomodar as mãos e brinca-se abrindo e fechando os braços, fazendo com que a garrafa deslize.

Materiais utilizados:
Garrafa pet;
Barbante;
Jornal;
Fita adesiva;

Um comentário:

Pedro e Pedro (filho) disse...

Parabens pelo teu cantinho (blog), está muito bom! Gostei!
Cheguei aqui por acaso, atravéz de uma pesquina na net para um trabalho que estou a fazer para a escola, e como eu sou pai e tambem tenho um blog dedicado ao meu filho, achei muito interessante o teu, sobre os assuntos que falas.

Bjinhos.Pedro